© 2020 por Ensaio.

Eu vou te convencer a não empreender


Empreender não é tarefa.


Ninguém deveria querer empreender.


Empreender é algo que você é, não faz.



No mês de agosto de 2018, fui aceito no programa de aceleração (Startup School) da YCombinator. Claro, estava em uma empolgação gigantesca de ser acelerado por uma das 10 principais aceleradoras mundiais, de onde saiu Airbnb, Dropbox, Zapier e tantas outras gigantes.


Logo na primeira semana do programa, tive uma aula com Dustin Moskovitz, ex-founder e CTO do Facebook e CEO do Asana. O título da aula era "Por que começar uma startup?".


Na verdade o tema da aula foi: por que você não deveria empreender.


Achei genial explicar o que é pelo o que não é.


Então queria compartilhar aqui o por que você não deve empreender:


Você vai ficar pobre

Existe um mito gigantesco de que o empreendedor deve tocar seu próprio negócio para enriquecer. E esse é um dos maiores tabus deste meio.


Algumas contas:


  • Normalmente apenas 1% das startups que são criadas conseguem chegar no sexto round de investimento — sabido que é onde realmente começa a ganhar algum dinheiro, de acordo com o CBInsights;

  • Para chegar no sexto round, de acordo com Dustin, você precisa de três coisas: uma boa ideia; uma excelente execução; e um punhado de sorte;

  • Pense em salário:

Talvez eu seja processado por copiar direto do slide do Dustin #sorrybro

Ou seja: ser um funcionário de uma empresa que esta a ponto de crescer garante um retorno financeiro maior. Isso que eu nem apelei para comparar com uma pessoa que trabalha no setor bancário.


Você não vai ter impacto

"Ok, você já me convenceu de que eu não ficarei necessariamente rico, mas pelo menos eu consigo ter impacto com o que amo."


Hmmmmmmm, vamos lá.


Quando você esta começando um negócio, você ainda esta em busca do famoso product market-fit. E isso pode demorar alguns meses até anos.


Além disso, você estará correndo atrás de funding para segurar as contas.


Além disso, você terá que transformar seu produto uma série de vezes, saindo da ideia original até encontrar o market-fit ideal.


E com certeza já existe uma empresa que atua no ramo que você deseja, com estrutura já fundamentada, dinheiro no caixa e com uma base de clientes grande. E claro, eles estão loucos para impactar mais pessoas com a solução deles. Por que não integrar neste time?


Alguns exemplos de como você pode ter mais impacto em uma grande empresa do que criando a sua:


  • Foi em um hackathon, organizada por colaboradores júniors do Facebook, que o botão de like foi criado;


Com certeza, se você integrar um time que já tem uma grande estrutura, conseguirá tangibilizar uma solução de alto impacto.



Seu lifestyle não será como imagina

O empreendedorismo é extremamente romantizado, com fotos de pessoas com notebooks na praia (o reflexo da tela não fica horrível?) ou alguém tomando uma caipirinha na piscina.


Tem uma imagem que resume bem o que eu quero dizer:


Sim, você fica alguns dias no telefone esperando para aquele primeiro cliente dizer que assinou o contrato.

Você não controlará sua agenda

"Mas pelo menos eu controlo minha agenda!"


Não. Os seus clientes controlam sua agenda.


Se eles falarem que só podem fazer o projeto toda segunda-feira, você irá concordar.


Além disso, você tem que prestar contas para todos a sua volta: clientes, parceiros, prospects, colaboradores… Se você não esta pronto para atuar em time, é melhor você ter uma carreira na área militar ou policial.



Eaí, eu te convenci a não empreender?


Não?


Então esta na hora de você empreender.



Só existem dois motivos para você empreender


  1. Paixão: quando envolve um objetivo/propósito, você é movido por aquilo — independente do que falam ou queiram, você vai fazer o que almeja.

  2. Atitude: quando você é uma pessoa de extrema atitude realizando algo que é apaixonado, nada vai te parar.



Se você gostou do texto, queria te pedir uma ajuda: o seu comentário ajuda muito para nos conhecermos melhor e melhorarmos o conteúdo.

2 visualizações