O fator X que impede a inovação




90% dos empreendedores e diretores que conheço sofrem desse mesmo problema, o fator X.


Quando falamos de inovação o que nos vem a cabeça?


Robôs, máquinas, inteligência artificial, super aplicativos, VR, celulares que podem ler a mente humana e outras coisas futuristas.


Quero te convidar a conhecer o verbo inovar.


Pesquisando no Google foi isso que encontrei:


"Fazer mudanças em algo estabelecido, especialmente ao introduzir novos métodos, ideias, ou produtos."

Isso significa inovar, está pronto para essas mudanças?


Aperte o cinto capitão.


Quem não está pronto


Fechamos um contrato com um cliente muito entusiasmado.


Ele começou o contato com a gente de uma forma muito animadora, eu já pensei que isso daria um super projeto case.


Começou me contando sobre tudo o que já fizeram de inovação na empresa, mostrou-me imagens de seu novo escritório, mostrou-me vídeos de um evento que haviam participado no Vale do Silício, e mostrou-me seu Apple Watch novo.


Gostei bastante, acho isso tudo muito divertido e interessante.


Vamos dar um apelido a esse sujeito de Mirandinha, o empreendedor inovador.


Resumindo: fechamos o projeto.


Começo do projeto


Mirandinha marcou uma reunião com toda a empresa.


Ele queria porque queria motivar todo mundo, mostrar o quão inovador eles seriam de agora em diante. Então, tomou a primeira decisão.


Comprou livros do Elon Musk e distribuiu na empresa.


Ele realmente queria ir a Marte, transformar-se em um Musk brasileiro.


Quando chegamos no primeiro dia de projeto o escritório estava um caos, ele tinha acabado de sair de uma entrevista na televisão sobre inovação.


Mirandinha estava realmente muito animado, então começamos o projeto.


Começamos entendendo o porquê de estarmos ali, onde aquela solução nova queria chegar? Por que ele acordava às 04:30 todo dia? Por que tudo aquilo?


A pergunta deixou-o extremamente desconfortável.


Porém, ele não tinha o que dizer, já que havia contratado a Ensaio.


Não trabalhamos com mágica, mas sim com processo. E agora, ele tinha que fazer valer a pena todo o investimento.


Decidiu continuar.


Lista de problemas (o fator X)


Mirandinha chegava atrasado nas reuniões.


Mirandinha queria cortar o processo, pois ele tinha uma ideia genial.


Mirandinha ria de algumas ideias que pessoas do time haviam dado.


Mirandinha fazia ligações durante o processo.


Mirandinha parava o processo toda hora para questiona-lo.


Mirandinha estava realmente desconfortável.


O fator X fez com que ele conseguisse 0 resultados com inovação.


O fator X era o ego do Mirandinha, e era maior do que ele.


Ele não queria fazer mudanças em algo estabelecido.


Logo, não queria inovar.



Time da Ensaio observando o ego do Mirandinha

A solução para inovar


Infelizmente abortamos o projeto com o Mirandinha, aliás decidimos nunca mais aceitar esse tipo de projeto na Ensaio.


O próprio significado do verbo inovar já diz isso, precisamos fazer mudanças em algo estabelecido. Sendo o EGO, o primeiro algo estabelecido.


Mirandinha poderia ter deixado as suas conclusões um pouco de lado.


Miradinha poderia ter se aberto ao novo.


Mirandinha poderia ter confiado no processo.


Mirandinha poderia se permitir não ser o único gênio ao gerar novas ideias.


Ele poderia também dar mais valor a opinião dos outros, a visão dos colaboradores que não tinham técnicas de comunicação tão boas, mas que tinham ideias extraordinárias.


Ele poderia estar mais vulnerável para colher feedback do próprio time.


Ele poderia querer explorar o desconhecido.


Mas infelizmente o ego do Mirandinha não deixou.


2 anos após tudo isso, onde está Mirandinha?


A sua empresa faliu, segue abaixo os motivos:


  1. Não ouvia os clientes, pois achava que já sabia;

  2. Não ouvia os colaboradores, pois achava que já sabia;

  3. Não aprendia sobre Design Thinking, pois achava que já sabia;

  4. Não prestava atenção, pois achava que já sabia;

  5. Não conseguia inovar, pois achava que já sabia;


O ego do Mirandinha o destruiu.


Passo a passo para não ser o próximo Mirandinha


Invista em você, invista em educação.


Permita-se conhecer o desconhecido e o novo, faça novos cursos, conheça pessoas novas no seu mercado e preste atenção nelas.


Ouça com empatia os seus clientes, ouça com empatia as pessoas.


Deixe o seu ego de lado, deixe as conclusões de lado.


Quem acha que já sabe, não sabe nada.


Se você gostou do texto e gosta da abordagem da Ensaio, venha participar de um bootcamp nosso presencialmente.


Te garanto que em 3 dias não será mais o mesmo.


Inovar é processo, aprenda na prática como.




Se você quer continuar recebendo conteúdos como esse toda terça às 06:30, assine a nossa newsletter abaixo.


Estamos juntos nessa jornada!


Grande abraço.

0 visualização

© 2020 por Ensaio.