© 2020 por Ensaio.

5 características que o profissional de 2020 deve desenvolver

Atualizado: 1 de Out de 2019

Será que as habilidades que o mercado procura continuam as mesmas?



Todo mundo quer ter um bom emprego, trabalhar em um ambiente agradável, ter uma boa remuneração, ou seja, ter felicidade profissional. Mas devemos compreender que quem forma uma organização são as pessoas e o que faz com que uma empresa cresça, são os profissionais que nela atuam.


Muito se pergunta sobre quais habilidades esses indivíduos devem desenvolver para fazer de uma empresa um lugar melhor.


Trabalho em equipe, proatividade, flexibilidade, conhecimento do negócio e a famigerada sinceridade não são mais características tão engrandecidas quando uma empresa está a procura de um novo profissional para integrar o seu quadro de colaboradores.


Estamos adentrando um novo momento de afluência entre tecnologias (digitais, biológicas, físicas, químicas e biológicas). Essa integração já vem transformando a forma em que nos relacionamos pessoal e profissionalmente.


Confira abaixo as 5 principais habilidades que temos que começar a desenvolver urgentemente para ingressar com mais naturalidade nessa nova realidade.


Gestão de pessoas


A aptidão de motivar, desenvolver e aprimorar pessoas, saber reconhecer habilidades e talentos individuais e coletivos. O trabalho da empatia para com os colegas e o cliente, além do estimulo à colaboração.


Práticas-chave que inclusive foram destacadas pelo último relatório do Fórum Econômico Mundial.


Resolução de problemas complexos


Essa é uma habilidade que deve ser desenvolvida com o passar dos anos e muita prática. Em suma, é a capacidade de solucionar problemas ainda vagos e indefinidos em contextos reais, que devem ser analisados com respaldo de muito pensamento crítico.


A pessoa capaz de resolver problemas complexos deve contar com uma "elasticidade mental" para resolver situações que jamais viu antes.


Diante do famigerado cenário VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo), o mundo corporativo procura profissionais que possuem habilidades humanas, que os diferenciam do "automatizado".


Capacidade de julgamento e de tomada de decisões


Pessoas hábeis em analisar dados e ambiente e tomar decisões a partir disso já se destacam no mercado e tendem a ser ainda mais disputadas até 2020.


Destreza com tomada de decisões em situações complexas, tendem a ser um ponto muito positivo na trilha para o sucesso profissional.


Habilidades socioemocionais


Característica que nos destaca perante as máquinas que, há algum tempo e cada vez mais, vêm tomando espaço de muitos profissionais. Entender e se aprofundar em nossas emoções, diálogos e o relacionamento com outros seres humanos é essencial para sobreviver nesse enquadramento corporativo cada vez mais incerto.


Design Thinking


O Design Thinking procura trabalhar com todas as habilidades citadas acima e ainda busca abraçar os erros e transformá-los em aprendizados para o alcance do sucesso.


Para isso que servem a prototipagem e os testes e iterações, aprender com profundidade é entender o que é funcional, mas também passar pelo que não performa como o desejado.


Deixar de lado o pensamento entrópico e desenvolver interpretações baseadas no todo, pela perspectiva do usuário, para o desenvolvimento de execuções mais colaborativas e multidisciplinares, são a base do Design Thinking.


Nosso Curso de Introdução ao Design Thinking está disponível online. Nele você tem a oportunidade de se conectar com nosso Laboratório de Inovação e aprender a aplicar o processo do Design, explorando suas 7 etapas.


Prepare-se para o futuro que já chegou!


-----------------------------------------------------------------------------------------


Gostou desse artigo?

Inscreva-se na nossa News (sem spam) e receba mais conteúdos como esse.

40 visualizações