5 Dicas para um bom Sprint Planning



Em todos os nossos projetos, nós utilizamos o SCRUM para mantê-los organizados.

Uma das reuniões mais importantes é o Sprint Planning. Vamos falar um pouco sobre o que se trata a Sprint Planning?


Nessa reunião todo o time deve estar presente: Product Owner, Scrum Master e o Scrum Team, bem como qualquer pessoa interessada ou até mesmo os principais stakeholders. É interessante que o Product Owner descreva tudo aquilo que ocorreu com o projeto na Sprint passada e que o Scrum Master facilite as questões mais complexas.


O Sprint Planning é um ritual realizado antes de cada ciclo de ações do seu projeto. É aqui que a equipe faz o planejamento das suas ações que serão realizadas durante todo o período (1 semana, 2 semanas ou 4 semanas), se orientando a partir do Product Backlog (todas as ações do projeto).


Esse é um ritual muito necessário pois é uma listagem com todas as tarefas que devem ser realizadas para a finalização do projeto, criando o Sprint Backlog.

Nesse momento você deve prestar atenção no objetivo do planning, que é fazer com que o time planeje tudo o que vai fazer naquele sprint. Para que isso aconteça, devemos refinar todo o conteúdo que está no Product Backlog para que o time tenha o menor trabalho possível e consiga atacá-los.


No entanto, nós devemos tomar cuidado com sprint plannings longas demais, que acabam por se tornarem "chatas".

Pois em um projeto orientado pelo SCRUM é aqui que a mágica acontece.


Aqui vão algumas dicas pessoais minhas, que fui aprendendo em cada projeto que rodei com os nossos clientes em que implementamos através do SCRUM:



#1 Sempre quebre as suas tarefas:


Às vezes nos deparamos com tarefas que são muito longas ou que dependem de vários passos para se concretizar. Se você está vendo que essa dependência está acontecendo, quebre-as.

Faça com que elas sejam esfareladas. Às vezes é melhor que tenhamos mil e uma tarefas pequenas mas bem definidas, do que uma tarefa enorme que não está bem definida. Isso traz mais clareza para o processo e faz com que o time consiga cumpri-las sem gerar frustração e de uma forma muito assertiva. Ao trabalhar em partes menores, sua equipe pode se concentrar em concluir uma tarefa de cada vez com a maior eficiência possível.



#2 Sempre traga o que há de necessário que esses itens estejam Ready/Done


Às vezes ficamos confusos com essas definições. Então para que possamos simplificar, sempre que determinamos uma tarefa para colocar no Sprint Planning devemos:

- cumprir todos os requisitos para que ela comece a rodar (ready).

- definir/escrever o que eu devo demonstrar com ela concluída (done).

Um exemplo:

"Escrever um artigo para o INOVARAE"

Ready: resgatar o material utilizado no Bootcamp e alinhar expectativas com o Pedro antes de escrever o material.

Done: artigo escrito, revisado e enviado.

Esses dois conceitos são muito importantes para o SCRUM, pois entramos no pilar de Inspeção. Tudo tem que ser feito com um propósito.



#3 Sempre coloque um objetivo na sua Sprint


Não importa, sempre coloque um objetivo para aquela sprint. Eu gosto de pensar que o objetivo da sprint não é opcional, é obrigatório.

O objetivo da Sprint traz ao time uma direção e faz com que o esforço de cada um seja convergente. Se não traçamos essa meta, nós corremos o risco de cada membro do time ir para um lado da ação e que não haja contribuição para o projeto.

O objetivo também serve como um parâmetro para a avaliação das atividades após a Sprint. Devemos sempre nos perguntar: nosso time bateu o objetivo da Sprint? E nada melhor que uma bela Retrô seja realizada para entender sobre esse resultado.



#4 Estabeleça as estimativa de execução das tarefas


É quase que imprescindível estimar a execução da sua tarefa. Um dos motivos dessa ser uma ação essencial é que são as tarefas mal dimensionadas que não cabem dentro da Sprint que acabam arrastando seu término. Gosto de pensar que não devemos ter nenhuma tarefa com duração maior do que 2 horas ou com o mesmo tamanho da sprint! É problema na certa! Sempre quebre tarefas grandes em outras menores como dito na primeira dica!



#5 Sempre traga possíveis problemas, questões e bloqueios


É natural que para algumas tarefas hajam impedimentos e que isso apareça durante a reunião de planejamento de sprint. Se não aparecer, a equipe deve levantar a seguinte questão: há algo me impedindo de prosseguir nessa sprint? Aqui se deve abordar quaisquer questões ou interrupções que possam ocorrer e o time deve discutir e descobrir como mitigá-los.

0 visualização

© 2020 por Ensaio.