© 2020 por Ensaio.

VUCA — saber navegar


Saber o local e a situação que você (ou sua empresa) esta é essencial. Ter noção de presença é o início para que se trabalhe em algum dilema, independente de qual seja.


Vemos muitos empreendedores e designers com a mentalidade de resolver problemas — o que é excelente. Porém, a solução por si só se esvazia quando não fundamentada em uma situação presente, deixando com que o design thinking se esvazie a ponto de ser um método para resolver tudo e nada.


Se não soubermos de onde estamos partindo e qual é a implicação atual, a solução provavelmente será de curto prazo e simplista — pode até funcionar, mas tem data de morte a partir do dia que nasce.


Aqui pretendemos chamar atenção ao fato de estar no momento presente e pensar sobre a situação atual. É necessário que, como designers, olhemos o passado para entender o que aconteceu; olhar o presente para entender a situação atual e suas nuances. Só a partir disso poderemos desenhar uma solução eficaz.


Para encontrarmos uma solução, devemos encontrar o problema e nos propormos um mergulho fundo para compreende-lo. Muitas vezes, o problema em si não esta no conteúdo de quem fala do problema, mas sim no que esta por trás daquela frase.


VUCA ou VICA (Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade) tem ganhado força no mundo empresarial por ser um modelo que busca compreender o que esta por trás do problema que é falado, ou seja, como as pessoas estão se sentindo, quais são as possibilidades delas e o quanto risco elas estão dispostas a ter.


Só com isso um problema pode ser resolvido com assertividade. Talvez a dor do mergulho pode ser grande, mas ela é definitiva para que um problema seja identificado e, a partir disso, seja proposto um plano para resolve-lo.

8 visualizações